30 dias de Low Carb: Experiência e Resultados


large

Bom, como eu havia falado no post introdutório, agora vou contar um pouco dos 30 dias que restringi bastante a minha alimentação para ver resultados aparecendo mais rápido do que o comum (o que realmente aconteceu!).

Primeiro de tudo, por que eu escolhi fazer essa dieta? No último ano meu peso oscilou bastante e eu percebi que a minha compulsão alimentar estava fazendo com que eu chegasse na sexta feira com um peso, mas voltasse na segunda feira com outro totalmente diferente. A dieta só durou 30 dias justamente por ser bem restritiva, e eu já peguei ela sabendo que minha vida não seria uma vida low carb, mas sim que o novo cardápio serviria de porta de entrada para escolhas mais saudáveis no meu dia a dia. (Obs: eu não pedi essa dieta, a nutricionista sugeriu e eu disse RAMO NESSA)

A dieta que fiz foi de fato bem restrita, mas ao mesmo tempo não me deixava sem comer em nenhum momento, sério mesmo! Meus horários de alimentação com a low carb eram: 7h30, 10h, 12h30, 15h30, 17h30, 20h30 e 22h(opcional), sério, tudo isso! A diferença, obviamente, era de que as refeições não eram muito fartas, tinham mais aquela finalidade de não deixar o estômago vazio. No início fiquei achando que tava faltando alguma coisa, mas depois achei ótimo! Vi que com aquelas refeições eu já estava me satisfazendo, não estava ficando com aquela terrível sensação de “comi demais” e na hora de dormir a sensação não era de estômago inchado.

saladas1

Todas as refeições da low carb eram gostosas. Nada de suco verde (eu ODEIO suco verde), nada de separar clara da gema (sempre juntinhas!) e sempre opções que eu amo comer tipo iogurtes, frutas, batata doce e legumes! Com o cardápio que a nutricionista propôs (com várias alternativas para cada refeição, assim não enjoa rápido), eu consegui viver muito bem nos 30 dias de low carb. Nos fins de semana (que sabemos que é difícil ter a comida certinha da dieta), eu até comi fora de casa mas optei por escolhas mais saudáveis tipo saladas com proteína. Inclusive, fotografei várias dessas saladas porque elas estavam incrivelmente saborosas! haha.

novembro

Fotos tiradas uma semana antes de começar a dieta, no início de Novembro!

Uma das coisas que gostei da dieta (que era algo que tinha pedido pra nutricionista) foi de que as refeições da parte da manhã fossem bem fartas, pois eu sinto muita fome por volta das 11h! O café da manhã reforçado me ajudou a não ficar bicando durante o dia, o que é a pior coisa pra quem está tentando controlar a alimentação. Medir bem a quantidade de comida no prato também é essencial, assim não corremos o risco de ter que repetir e exagerar ou comer além do que deveria. Uma dica preciosa é sempre aguardar 10 minutinhos depois da refeição, pois é o tempo que nosso estômago leva para “informar” ao cérebro que estamos satisfeitos. Muitas vezes terminamos de comer e já vamos repetindo, sendo que nós já estávamos satisfeitos sim, só o nosso cérebro que não sabia disso, hahahaha, por isso depois vem aquela sensação péssima de barriga cheia e culpa nas nossas cabeças :(

exerciios

Como eu disse, tinha hora que muitos em minha volta estavam comendo alguma sobremesa (tipo um sorvete ou algo assim) e eu me recusei a juntar a eles. O meu objetivo da low carb foi seguir esses 30 dias para ver os resultados e fiquei muito feliz em não ter saído da linha (o que me motivou foi a mensagem que pus na minha cabeça “você tem uma meta e vai cumpri-la”). O que ganhei em troca foi observar os meus números mudarem rápido, assim como calças e vestidos finalmente afrouxando, o que já me motivou a seguir os dias de dieta. Ademais, aprendi a beber água na quantidade certa por dia, o que me ajudou bastante (principalmente a regular o intestino e evitar a barriga inchada). Separei diversos copos de 700ml pelos lugares que frequento (um na cozinha, um na mesa de estudos, um no estágio e um no carro pra levar pra faculdade), assim eu não perderia a oportunidade de dar um belo golão de água pra hidratar! :D

montagem

Resultados!

O que mudou com os 30 dias? Muitas coisas. Meu corpo mudou e minha mente também! Esqueci de avisar lá em cima, mas durante os 30 dias eu fiz exercícios físicos TODOS os dias (faço pois eu meio que amo haha, mas fazer 3 vezes na semana já é uma ótima opção!), sendo que na maioria foi aula de crossfit (intercalei com insanity max 30 e corrida), que ajuda bastante a secar e ganhar massa magra ao mesmo tempo. Como eu parei de tomar whey, o crossfit foi essencial para a massa magra não cair tanto, pois ela caiu um pouco (de acordo com a bioimpendância), mas sinceramente confio mais na imagem que vejo no espelho do que nos resultados desse exame, tanto que meu percentual de gordura segundo ele deu mais 22%, o que é considerado alto para a minha idade.

Resultados: O meu peso saiu de 48kg para 43,8kg (foi meu mínimo, mas 44kg é a base), minha cintura afinou de 64cm para 61cm, o busto e o quadril também (não medi, mas notei as roupas mais largas). Também perdi um pouco de gordura nas regiões que menos gosto do meu corpo, que foram o braço e parte inferior da coxa (mas ainda assim..gordurinha localizada difícil de sair! haha). Lembrando que eu meço 1,52m, sou bem pequenininha, por isso esse peso condiz com a minha altura, tá?

E agora que terminei? Os 30 dias de low carb me ajudaram bastante a fazer a reeducação alimentar. Lembro que assisti uma vez numa palestra que a única coisa que emagrece é trocar “o chip de gordo para o chip de magro” na nossa cabeça, ou seja: aprender a comer somente o essencial e não exagerar. Em outras palavras: não adianta fazer “A DIETA” durante 30 dias, emagrecer cabulosamente e depois voltar pro peso de antes em menos de uma semana, já que você não mudou em nada a sua mentalidade para pensar em comida!

Como eu bem imaginava, a própria nutricionista me disse que agora posso aliviar a low carb, sem esquecer de manter o controle para poder continuar com o peso que me satisfaz (lógico que ela prefere que eu evite frituras, doces etc, mas ela sabe que nós somos pessoas normais que acabam comendo besteirinhas né!). Cá ente nós, controle é a chave de tudo! Semana passada comi biscoito, tomei sorvete e pão de queijo. Se eu engordei? NÃO! Aprendendo a se controlar e manter uma vida saudável não faz com que refeições como essas te engordem. E o melhor é que com o tempo você vai encontrando novas opções para saciar a vontade de doce e tudo mais! Me alimentei bem o dia inteiro e de noite tomei sorvete com o Luiz! Não senti culpa nenhuma por isso, pelo contrário, foi delicioso :D

Obs: Dietas são feitas de pessoas para pessoas, tanto que a minha segue os meus horários de faculdade, estágio e academia. No entanto, posso mandar a minha dieta low carb para quem tiver a curiosidade de ver quais tipos de alimentos que a compõem (deixe o email nos comentários ou fale comigo por onde achar melhor). Não recomendo que sigam como se fosse a “sua” dieta, pois como eu disse, foi feita de acordo com o meu corpo, mas não acho problema em te-la como modelo. Recomendo que marquem uma consulta com nutricionista para começar 2017 com tudo :D (caso você esteja querendo isso, claro..) 

Obs 2: Eu estou MUITO satisfeita com os resultados. Passei muito tempo me sentindo desconfortável com o meu corpo, por isso fico muito feliz em estar do jeito que sempre quis! Esse é o meu corpo e os resultados da low carb me agradaram demais. Entendo que cada um tem uma visão e espero que respeitem a minha caso pensem diferente :) Aqui segue uma foto me comparando em 2015 e 2016 :o (no início de 2015 eu me alimentava MUITO MAL, cabe lembrar. A mudança de alimentação nesses últimos anos me ajudou a ter um corpo mais bonito e uma saúde mil vezes melhor)

Espero que o post possa ter ajudado de alguma forma! Como a foto de capa bem diz: if it doesn’t challenge you, it doesn’t change you!

Anúncios

10 comentários sobre “30 dias de Low Carb: Experiência e Resultados

  1. Gente, ficou lindona. Tenho tentado mudar o cardapiozinho também hehe (victoriaserratte@hotmail.com) e com exercícios como fez diferença, menina! Depois de dois meses agora tenho pensado duas vezes antes de comer, embora meu problema é na quantidade :( Em alguns momentos teve vontade de dar uma fugidinha?

    • Oi Vic! Primeiramente muito obrigada pelo elogio! ^^ E que bom que vc tá dando aquela repensada antes de comer, isso ajuda demais a controlar os excessos que nós sabemos que na maioria das vezes é só por gula mesmo :o Eu também sempre tive problema com quantidade, do tipo de que tá comendo e já pensando no que vai comer quando aquela comida acabar ‘-‘ é péssimo!
      Como foram 30 dias, no início veio aquele momento de adaptação, mas depois fui me acostumando e procurando outras coisas pra fazer que não fossem comer haha. O que me ajudou foi sempre ter o alimento da dieta certinho (principalmente nos lanches da tarde que levo pro estágio) pra evitar dar aquela escapada! Durante os 30 dias eu só “saí” da dieta uma vez, que foi quando eu comi a salada da terceira foto aí do post, porque como ela é do Outback, é mais encorpada (e eu comi um pedaço do pão que eles servem na entrada também..), mas como já estava no fim da dieta, não senti culpa nenhuma por estar comendo, e nem fez diferença nos meus resultados, porque foi só uma refeição mesmo! Agora doce eu consegui ficar os 30 dias sem :O e foi o que mais ajudou nos resultados, eu acho.. também deu um help pra diminuir celulite!! Pra não ficar com muita vontade eu comia frutas e tal..maçã e morango quebram o galho 😂😂
      No geral não achei uma dieta muito difícil (mas acho que deve ter dieta low carb MUITO mais intensa que essa) pq como eu amo comer, a dieta tem refeição o tempo inteiro. Como eu tenho essa vontade de comer em excesso, que nem você, eu falava pra mim mesma pra aguardar mais algumas horas sem beliscar que o horário da próxima refeição já estava chegando! Ajudou a segurar a vontade de repetir! :)
      Beijos! Vou te mandar o plano e você dá uma conferida!

  2. Nossa, seu corpo tá sensacional!
    Eu tentei manter uma dieta low carb também, mas tenho muito problema em achar algo low carb e prático pra comer nos intervalos das refeições principais. Fiquei muito curiosa com a sua alimentação ser dividida em 7, gostaria muito de ver sua dieta e me inspirar na minha hahah
    Meu email é helo_magno@hotmail.com.
    Muito obrigada e parabéns pelo resultado!!

    • Muito obrigada Helo!!! Receber comentários assim me alegram muito, porque eu sempre tive muita vergonha do meu corpo :/
      Entendi o que você quis dizer, por isso já te mando meu cardápio pra vc ter uma noção das coisas que comia no período da tarde, por exemplo! Além de castanhas (nutricionistas sempre colocam em dietas), algumas frutas de baixo índice glicêmico ajudam a manter a energia e dar saciedade! Espero que possa te ajudar de alguma forma!! *-*
      Beijos e obrigada pelo feedback <3

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s