Diário de Viagem: Paris – Da Sacré Cœur à Torre Eiffel

DCIM101GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

O DDV de hoje talvez seja um dos meus favoritos! Visitamos vários lugares nesse dia e por isso sinto que o aproveitamos ao máximo! Começamos o passeio pegando um metrô para a parte da cidade em que ficavam os pontos que queríamos visitar, que eram o Moulin Rouge e a Basílica da Sacré Coeur. Entre uma visita e outra, andávamos pela cidade para sentir ao máximo o clima parisiense.

IMG_0532

IMG_0556

IMG_0557

O Moulin Rouge é um cabaré tradicional de Paris que traz um ambiente charmoso e boêmio da Bella Époque europeia. Se não é conhecido pessoalmente, ainda é muito bem lembrado por àqueles que assistiram ao memorável filme de mesmo nome. O Moinho vermelho (moulin rouge) é o marco do local, e suas apresentações são muito aprovadas por quem as assiste. Infelizmente, não assistimos nenhuma pois o tempo estava curto e os ingressos bem salgados, rs. Então nos contentamos a realizar o desejo da minha irmã, que sempre foi conhecer pessoalmente o local!

IMG_0566

IMG_0593DCIM101GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

IMG_0590

IMG_0608

Durante o caminho para a Sacré Coeur, encontramos um espaço muito encantador e que só depois eu fui descobrir na internet que é um local que merece visita por quem passa por perto. O muro dos Eu Te Amo fica em Montmartre, num pequeno parque. O espaço é composto somente por um muro e alguns banquinhos, mas acredito ser o suficiente para marcar a visita por lá. O “Mur des je t’aime” possui mais de 280 idiomas para se de dizer Eu Te Amo, o que sempre é bem vindo em uma das cidades mais românticas do mundo.

Em seguida chegamos à Basílica de Sacré Coeur (que significa do Sagrado Coração), um templo de estilo bizantino que fica no ponto mais alto da cidade. A vista de lá é super bonita e além da Basílica, é possível visitar uma feirinha bem famosa no local. Também ficam alguns restaurantes bem estilo parisiense (aqueles em que as pessoas ficam sentadas fora olhando o movimento), e lojinhas típicas. É um passeio bem imperdível para quem passa em Paris, e o legal é deixar o ponto turístico andando pelas ruas e conhecendo mais daquele ambiente. Olha só a casa que achamos no caminho! A arquitetura é um tanto charmosa, né?

DCIM101GOPRO

IMG_0633

IMG_0652

Passamos o resto da tarde na Avenida Champs Elysées para comprar presentitos e afins. Ficamos enrolando por lá até chegar a hora do nosso passeio no BateauxMouches, tradicional da cidade. O barco navega as águas do rio Sena passando por pontos famosos como a Catedral de Notre Dame, Torre Eiffel e Museu D’Orsay. Ah, por sinal, nessa última viagem nós não fomos nesse museu, mas em 2011 visitamos e eu garanto que é imperdível!! Lembro que tinha acabado de estudar Impressionismo na escola e quando vi as obras ao vivo foi só amor, hehe. Enfim, o passeio dura uns 45 minutos e garante uma vista única de Paris, cidade que, pra mim, é mil vezes mais elegante à noite. Olha essa Torre Eiffel linda gemt <3

Obs: lá nazeuropa o povo não sabe diabos o que é gopro. Quando nos viam tirando foto com ela, ou ficavam olhando pra tentar entender o que era, ou, melhor, pediam desculpas quando passavam na frente (tipo porque achavam que tavam aparecendo na foto mas na verdade eles tavam passando atras dela, hahahahaha) ai ai..e aqui no Brasil é mais comum do que pedir sdv no Instagram…

Estamos quase chegando ao fim do DDV de Paris :( :( :( ô tristeza!

Espero que tenham gostado do post de hoje, galeurinha. O que vocês mais curtiram? Comentem <3

Anúncios

Diário de Viagem: Paris – Jardim de Luxemburgo

DCIM101GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

Vamos para o próximo dia de passeios por Paris? No Diário de Viagem de hoje nós passamos por três pontos famosos da cidade e desfrutamos o melhor do clima parisiense. O tempo estava nublado e gostoso e o resultado das fotos ficou bem legal!

IMG_0449

IMG_0457

IMG_0448

DCIM101GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

IMG_0464

DCIM101GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

IMG_0450

Na última vez em que estivemos em Paris (2011), minha mãe ficou muito chateada por não termos conseguido passar em um dos locais que ela mais queria visitar, que é o Jardim de Luxemburgo. Felizmente, dessa vez não deixamos de passar e conferir o tão esperado ponto parisiense.

O Jardim de Luxemburgo não é apenas um jardim, ele é também um parque com vários atrativos aos parisienses, principalmente aqueles que gostam de praticar esportes como corrida e para crianças também. O visual do jardim é completamente diferente no inverno, mas, acredito eu, que a estação deixa um charme no local. Normalmente ele é super florido.

No centro do Jardim é localizado o Palácio de Luxemburgo, construído no século XV a pedido da mãe do rei Luís XIII. Hoje funciona como sede do Senado da França! É uma construção muito bonita e que caracteriza o Jardim de Luxemburgo.

IMG_0484

IMG_0494

IMG_0512

Após almoçarmos, seguimos pela cidade. Pegamos um metrô e paramos em uma estação mais central para visitarmos alguns locais. Paris possui muitos prédios com arquiteturas bem elegantes, como a Academia Nacional de Música (foto). Em seguida, fizemos uma longa visita na Galeria Lafayette, uma mega hiper loja que é atração para visitantes que passam pela cidade. A loja possui largos 10 andares que combinam lojas das grifes mais famosas, itens para casa e decoração, sessões infantis, muitas maquiagens e perfumes. Não via muitas pessoas comprando os produtos de grifes, porque né, caríssimos, mas os orientais eram os que mais saíam com as sacolas cheias!

Pra fechar o dia, resolvemos dar um “olá” ao principal marco de Paris, a Torre Eiffel. Para tirar uma foto dessa distância, o ideal é ficar no Trocadéro, que possui uma linda vista do monumento e da cidade. Lógico que tirei outras fotos da Torre nos dias seguintes da viagem, mas nada melhor do que uma primeira foto noturna para finalmente dizer “Ah, estou em Paris!”

Espero que tenham gostado do dia de hoje! <3 Amanhã tem mais!

to be continued ✈

Diário de Viagem: Um dia em Bruges!

Processed with VSCOcam with c1 preset

Yay, a nossa próxima parada na Bélgica foi a encantadora cidade Bruges. A aproximadamente 1h30 de distância de trem de Bruxelas, a cidadezinha é bem turística, na verdade, ela é até chamada de Veneza do Norte por possuir muitos canais que cercam/atravessam o local. Foi um ponto que compensou ser visitado para expandir a visita de Bruxelas!

IMG_9968

IMG_9976


IMG_9921

Bruges (ou Brugge, para os belgas) é uma cidade muito aconchegante com o aspecto bem antigo. Os prédios preservam o toque característico de séculos atrás, por isso a cidade já foi nomeada a capital europeia da cultura. A nossa visita foi marcada por um clima bem frio, sem chuva (ainda bem!) e muitas decorações natalinas, talvez a minha parte favorita!

IMG_9996

Processed with VSCOcam with c1 preset

DCIM100GOPRO Processed with VSCOcam with c1 preset

Processed with VSCOcam with c1 preset

No dia em que fomos a Bruges, a cidade estava realmente lotada! Mesmo assim, há muita coisa legal para fazer por lá, mesmo que em um dia. Bruges tem várias igrejas bonitas, canais onde fazem passeios de barco, cervejarias típicas belgas (como a da Duvel, da foto acima), muitas lojas famosas e algumas originais do país, e por fim, a grande feira no centro da cidade. Lá são vendidas comidas típicas (principalmente o belgian waffle) e ao lado fica uma pista de patinação no gelo. Não sei se toda essa atração é típica do inverno, mas posso afirmar que tudo fica mais bonito no friozinho! hehe.

Amei conhecer Bruges e com certeza recomendaria para os viajantes! Nós voltamos para Bruxelas no fim do dia e deu para aproveitar bem a cidade em um dia de visita. No dia seguinte arrumamos nossas malas e partimos para…you’ll see.

to be continued

Diário de Viagem: Bruxelas – Passeio pela cidade e museus!

IMG_9820

Juntarei as principais fotos de dois dias na cidade de Bruxelas em um só post. Como disse anteriormente, apostamos no ônibus de turismo Hop on/Hop off para conhecer a capital belga. A escolha compensou pois o ingresso vale 24hrs e conseguimos aproveitar dois dias para visitar a cidade com esse transporte (24 hrs pois o funcionamento é até as 17h então dá pra continuar no dia seguinte). O ônibus passou por pontos marcantes da cidade e aproveitei para fazer uns cliques lá de cima.

IMG_9799

IMG_9815

IMG_9824

IMG_9818

IMG_9811

Bruxelas é um destino que não faz parte dos itinerários comuns de viajantes, mas estou satisfeita em dizer que a minha visita na capital foi uma experiência única pelo motivo de estar conhecendo um local de padrões tão elevados. Quando digo elevados me refiro à riqueza da sociedade em relação a cultura, aos monumentos, ao papel importante que Bruxelas exerce. A capital é a sede da União Européia e da OTAN, organizações econômicas de importância indescutível, e é onde concentram-se associações internacionais do mundo tudo. Tudo isso rodeado por paisagens lindas e um clima europeu delicioso. Há muito o que visitar em Bruxelas!

Na minha foto de corpo eu estou na frente da Catedral de São Miguel e Santa Gúdula. Infelizmente esqueci de tirar foto para capturar melhor a igreja (estava muito frio naquela hora!!) mas é um ponto muito bonito da cidade também. Ela fica perto do centro então digamos que é possível visitar vários lugares legais em pouco tempo.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Processed with VSCOcam with c1 preset

Processed with VSCOcam with g3 preset

Falei brevemente do Grand Place no último post mas sinto que é necessário retomar este local pois ele é indispensável para quem visita a capital belga. É uma praça rodeada de prédios históricos que dá acesso a inúmeras ruas de lojas de grifes, restaurantes locais (a foto que postei é da “Rue dês Brouchers” , onde só tem frutos do mar),  lojas de chocolate e várias outras coisas. Como visitei no Natal, tinha uma árvore gigante no meio da praça e no fim do dia havia um show de luzes nos prédios com uma linda música clássica enquanto a árvore de Natal ficava iluminada. Foi tão lindo quando assistimos pela primeira vez que todo mundo da família ficou arrepiado/chorou! haha.

As minhas fotos nesse lindo jardim deram um toque super inverno europeu ao meu álbum de fotos. Esse jardim grandão fica na frente da biblioteca da cidade e, como o próprio aviso diz, é um ótimo lugar para tirar fotos lindas. Se com as árvores secas o resultado já ficou legal, conferir o jardim em outras estações deve ser tão lindo quanto!

IMG_9816

Processed with VSCOcam with c1 preset

IMG_9835

No dia seguinte nós fomos pegos desprevenidos por uma grande chuva (nessa última foto o meu casaco estava ensopado! hahaha) então aproveitamos para visitar dois museus de Bruxelas. O primeiro foi o BELvue (primeira foto), museu que conta a história da cidade. Seu nome vem da combinação de Belgique e Bellevue, que era o nome do hotel que antes funcionava no mesmo local. A visita foi bem legal pois o acervo do museu é bem variado, no entanto, por ele ser todo em francês ficou difícil de ler vários dos textos que estavam expostos nas paredes. Mesmo assim nos divertimos conhecendo alguns detalhes da história belga.

IMG_9858

IMG_9875

IMG_9876

IMG_9870

IMG_9868

IMG_9874

IMG_9869

Há muitos detalhes sobre guerras no museu já que a Bélgica esteve sob ocupação alemã até o início de 1945. Além desses assuntos, o museu dedica alguns ambientes a uma característica que poucos sabem que é tipicamente belga, que são os quadrinhos, mas não vou aprofundar esse assunto agora pois ali embaixo esse vai ser o foco principal!

Enfim, talvez se não fosse a chuva nós não teríamos resolvido ir a esse museu, então até que valeu a pena. Ah, vocês viram como eu to com uma cara de que vou espirrar em uma das fotos acima? Eu peguei um resfriado daqueles bem ~legais~ e não conseguia parar de espirrar. Ainda bem que nos dias seguintes eu já estava melhor! :)

IMG_9892

IMG_9887

IMG_9891

IMG_9893

IMG_9897

A nossa última passagem do dia (as atrações fecham cedo no inverno) foi o Comic Museum. Para quem não sabe, quadrinhos famosos como As Aventuras de Tintim e Os Smurfs (o título original é Les Schtroumpfs) foram criados na Bélgica! Por isso há esse grande tributo aos inúmeros HQs que surgiram em terras belgas. A visita foi super legal também, o difícil foi achar o museu, que fica bem escondido entre os prédios! Mas no final, obviamente, conseguimos chegar a tempo de conferir bem a exposição!

Ah, no último post eu nem comentei nada em relação as minhas roupas. As lojas parceiras do blog realmente ajudaram no quesito roupas de frio, já que aqui no Brasil não se encontra facilmente casacos de inverno com preços bons. Enfim, na primeira postagem eu estava usando um casaco da Romwe (já esgotou mas esse é parecido), já na de hoje eu usei um da Romwe (o preto) e um da Sheinside (o de oncinha). Caso alguém queira saber mais alguma coisa em relação as peças e dicas de como usá-las no inverno, é só perguntar nos comentários!

Espero que tenham gostado do diário de hoje! A próxima parada também será na Bélgica, mas em outra cidade super legal. Aguardem =)

to be continued

Diário de Viagem: Bruxelas – Atomium Park

IMG_9701

Olá, tem alguém por aqui? Os posts do Diário de Viagem vão começar agora e é tanta coisa legal para compartilhar com vocês que eu tentarei fazê-los na maior atenção possível, assim não vou deixar nenhuma lembrança da viagem de lado! E já posso dizer que a viagem pela Europa foi mais do que incrível, foi uma experiência inesquecível mesmo! E é hora de contar tudinho por aqui!

Apesar do primeiro país a ser visitado ser a Bélgica, nossa viagem começou em Paris em razão da minha mãe preferir fazer um vôo direto do que pegar escala em São Paulo e daí se deslocar para a capital Belga. Por isso nós chegamos no aeroporto parisiense e de lá pegamos um trem para Bruxelas. A viagem de trem é sempre bem gostosa e ótima para apreciar a paisagem durante o percurso, sem falar que dá um charme a mais a essa visita na Europa.

IMG_9672

IMG_9680

IMG_9665

Apesar de Bruxelas ter um aspecto mais antigo em que parece que você está dentro de um filme de época (vocês vão ver nas fotos dos próximos posts), o nosso primeiro ponto turístico a ser visitado foi um monumento que de aparência antiga não tem nada. A chegada nele foi feita por meio daqueles ônibus turísticos, lá conhecidos por Hop on/Hop Off, um dos principais meios para conhecer bem a cidade. Enfim, essa estrutura gigantesca que representa uma molécula de Ferro é chamada de Atomium. Ela foi construída em 1958 para uma exposição de ciências, chamada Expo 58, e sua altura é de 102m. É possível ter acesso aos “átomos” para ter uma boa vista da cidade e conhecer a exposição que fica lá dentro, combinando assuntos de ciência, cultura e até moda! haha.

IMG_9714

IMG_9744

Processed with VSCOcam with c1 preset

Processed with VSCOcam with c1 preset

O acesso aos átomos e suas exposições é feito por elevador, escadas rolantes e escadas comuns. A decoração das estruturas é muito impecável, parece que você está dentro de outro universo! hahaha. São tantos andares de exibições que só eu e a minha mãe que animamos de subir até o último possível, e valeu a pena! :D

IMG_9738

IMG_9737

IMG_9739

IMG_9740

unnamed

foto 1

O Atomium Park fica um pouco mais afastado do centro da cidade por isso aproveitamos para conhecê-lo no primeiro dia e depois nos dedicarmos aos pontos tradicionais de Bruxelas, como os museus e ruas famosas. Ainda nesse dia nós passeamos pela Grand Place, praça central de Bruxelas e comemos Belgian Waffle! Hmmm!

IMG_9780

Processed with VSCOcam with c1 preset

Esse foi o primeiro dia da viagem! Espero que tenham gostado do post!

to be continued